DANÇA E ATITUDE


Dentre os componentes principais de uma dança aqui temos:

Alegria
Satisfação
Quebrantamento
Reverência
Contemplação
Autoridade
Liberdade

Toda a coreografia deve ser acompanhada de uma boa atitude, que a possa identificar, é a atitude que tomamos para dançar que caracteriza a nossa dança.
Uma atitude de alegria poderá transmitir ao público a mesma intenção com que dançamos. Sem falarmos alguma coisa as pessoas devem compreender que estamos transmitindo alegria e júbilo, bem como satisfação.


O quebrantamento também faz parte das atitudes na coreografia. É uma forma de nos achegarmos a Deus com sincero coração, e nos deleitarmos em reconhecimento da nossa necessidade de Deus. É mais uma forma de transmitir ao público o que estamos vivendo no momento. Uma coreografia repleta de quebrantamento, traz á sala o mesmo sentimento, que pode detonar os corações em sincero reconhecimento da

Existem algumas melodias, bem como letras, que em si mesmas já transmitem uma ideia de reverência; unindo-as á atitude pessoal do coreógrafo, traduzem a mais pura reverência diante de Deus.

A contemplação: Mais pra frente falaremos sobre a adoração na coreografia, parece muito complicado referir-se a adoração na coreografia quando é de extrema importância a concentração naquilo que estamos fazendo. O facto de estarmos coreografando não implica dizer que não poderemos adorar á Deus, pelo contrário, é bom que coloquemos em mente que, como cristãos tudo o que fizermos se tornará um acto de adoração se for em espírito e em verdade. Se a letra nos levar a contemplar á Deus, desde que estejamos seguros dela e do esquema, não exite em fazê-lo – Contemple á Deus.

Autoridade: Parece um pouco estranho falar de autoridade na coreografia; é, ela também faz parte das atitudes na coreografia. Se for necessário, dance com autoridade.

A liberdade é fundamental na coreografia. A pessoa deve sentir-se realmente livre e solta para dançar; desde liberdade de espírito, alma e corpo.

"Louvado Seja"


“Louvado seja Deus pela dança
porque ela liberta o homem do peso das coisas materiais
e une os solitários para formar sociedade.
Louvada seja a dança
que tudo exige e fortalece a saúde, uma mente serena
e uma alma encantada.
A dança significa transformar o espaço, o tempo, e o homem,
que sempre corre perigo de se perder- ser ou somente cérebro,
ou só vontade ou só sentimento.
A dança porém exige o ser humano inteiro,
ancorado no seu centro, e que não conhece a vontade de dominar gente e coisas, e que não sente a obsessão de estar perdido no seu próprio ego.
A dança exige o homem livre e aberto, vibrando na harmonia de todas as forças.
Ó homem, ó mulher, aprenda a dançar senão os anjos do céu
não saberão o que fazer contigo.”

Na Dança


Na dança os movimentos expressivos do corpo identificam a necessidade natural que o ser humano tem de expor seus sentimentos e pensamentos de forma sistematizada ou não, evidenciando o espírito artístico ou simplesmente como forma de lazer.Podemos expressar sentimentos sem pronunciar uma palavra, mas através apenas de simples movimentos de expressão corporal. Na dança,usamos o nosso corpo para manifestar, expandir nossa emoções.

Graças A DEUS roupas novas







Vencendo BARREIRAS

"As dificuldades aparecem na vida de todos nós.
O mais importante é lidar com os momentos difíceis,
poder com as mudanças e superar o problema até chegar ao outro lado em que o sol ainda está brilhando só para você.
É preciso ser uma pessoa forte para lidar com as dificuldades e as escolhas difíceis.Crer em Jesus Cristo que é nosso único e verdadeiro salvador!! É preciso coragem. Mas você tem a coragem interior necessária para sobreviver .Persista... e tome cuidado para que você não perca
de vista a única coisa que é constante, bonita e verdadeira; O Amor do nosso senhor!!
Tudo vai terminar bem - e será assim porque você
é uma pessoa especial.
Então... a partir de hoje e por toda a vida - persista sempre e não tenha medo de sentir que o sol está brilhando...
só para você."

QUALIDADES PARA LIDERAR UM MINISTÉRIO DE DANÇA

O tema dança, esteve durante muito tempo fora do contexto das igrejas evangélicas. A associação entre dança e a adoração a Deus só era feita, quando se citavam os textos clássicos sobre o tema. Como exemplo podemos citar a dança do rei Davi diante da presença de Deus e também o texto da dança da profetiza Miriã com as mulheres, após a travessia do mar vermelho. Todos admiravam o fato do Rei Davi ter dançado movido pelo Espírito levando a arca da aliança, que simbolizava a presença de Deus, porém, era como se esta realidade estivesse longe do atual contexto da Igreja. Pouco se ousava falar sobre o assunto. Nos últimos quinze anos esta realidade mudou muito. Nós como igreja temos descoberto que esta forma de louvar e adorar a Deus está disponível a todos nós, pois assim nos entregamos a Ele de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e com toda a sua força.

Uma grande quantidade de grupos de dança tem surgido no meio das igrejas evangélicas, utilizando um tipo de dança que leva a congregação a se expressar diante de Deus de forma livre ou dirigida, se curvando, aplaudindo, saltando, levantando as mãos, enfim, dançando. A dança tem se tornado, no culto, tão importante quanto a música para louvar e adorar a Deus, expressar os sentimentos, pensamentos e para representar cenas bíblicas. São ministrações cheias de significado, utilizando-se de símbolos formados através dos próprios movimentos acrescidos de objetos significativos como bandeiras, estandartes, vasos de barro e etc. A direção do louvor com danças deve, assim como a direção do louvor com músicas, respeitar alguns princípios para que o ministério possa fluir de forma abundante. Gostaria de citar então, algumas qualidades que o dirigente de um grupo de louvor e adoração com danças deve buscar:

1- Ter um chamado de Deus para o ministério
A pessoa que irá assumir a direção do louvor com danças, deve ser alguém chamado por Deus para trabalhar nesta área. Não pode simplesmente ser alguém que goste ou tenha habilidade para dançar. Muitos líderes procuram aqueles que têm habilidade, mas se esquecem do chamado e acabam colocando a pessoa em uma posição em que não deveria estar. Estar no centro do propósito de Deus para as nossas vidas é um dos princípios básicos para termos um ministério ungido. A liderança da igreja deve orar por alguém que possua ambas qualidades: o chamado e a habilidade. “Eis que chamei pelo nome a Bezalel... e o enchi do Espírito de Deus, de habilidade, de inteligência e de conhecimento, em todo artifício...” Ex 31: 1,3

2-Ter habilidades para o ministério
O dirigente de adoração com danças, deve ser alguém que também possua habilidades naturais na área da dança e que seja alguém disposto a desenvolver estas habilidades. O grupo precisa ter ensaios regulares onde estarão desenvolvendo técnicas corporais na área da dança. Para tal, é necessário que orem para que Deus levante profissionais da área que se disponham a ensinar e treinar o grupo.

3-Precisa ser um adorador
A adoração que é feita junto com a congregação deve ser a extensão da vida de adoração que cada crente deve ter na sua intimidade com Deus. O dirigente de louvor com danças deve então, em seu momento a sós com Deus, ministrar diante dEle dançando. Desta forma, sua ministração junto à congregação, não será uma representação, mas uma realidade de vida que poderá realmente trazer o mover de Deus. Uma pessoa que dança em louvor e adoração somente quando existem pessoas olhando, deve questionar se sua dança realmente está sendo direcionada a Deus ou às pessoas.

4-Ter maturidade espiritual
Ter um caráter de adorador, é um princípio que nos habilita a trabalhar em toda e qualquer área dentro da Igreja. Consiste em ter uma vida de santidade, de entrega e renúncia diante de Deus, além de um coração humilde, submisso e ensinável. Quantas vezes recebemos reclamações de líderes, dizendo que o grupo de dança é insubmisso, não se envolvem nas demais atividades da igreja e não se deixam tratar. É por esta razão que muitos líderes nas igrejas fecham o coração para os grupos de dança, pois estes muitas vezes não dão testemunho, não possuem caráter aprovado, enfim não se comportam como ministros. Pessoas imaturas ou novas na fé, não devem fazer parte do ministério com danças. O líder como os demais, deve então ser exemplo em maturidade e caráter, para que o ministério cumpra seu propósito.

5- Sensibilidade espiritual
A sensibilidade Espiritual é algo fundamental para o líder de louvor e adoração com danças. Deve-se buscar em oração antes da ministração, qual é a direção de Deus para aquele momento. Às vezes o Espírito nos dirige a ministrar com bandeiras profetizando às nações, em outros momentos o Senhor nos dirige em relação ao o que dançar e como fazê-lo. É necessário que o dirigente entenda que através da dança nós oramos, intercedemos, profetizamos, louvamos e adoramos. Tudo isto tem que ser feito debaixo de uma direção de Deus e para isto é necessário ter sensibilidade.

6- Preparo em oração
É fundamental que antes de uma ministração, a equipe ganhe tempo em oração diante de Deus. Se lavando diante de Deus, se consagrando, profetizando e buscando direção para aquele momento. Infelizmente, ainda vemos grupos que chegam ao culto em cima da hora da ministração, outros que gastam horas com a arrumação das roupas, do cabelo, da maquiagem e ficam somente alguns poucos minutos orando. Penso sim que devemos ser excelentes nas vestimentas e na forma de nos apresentarmos diante de Deus, mas devemos nos lembrar que esta excelência deve ser também de coração, nos apresentando pra Deus em santidade e intenso desejo da presença dEle. Um dia um pastor amigo, me disse uma frase que jamais vou esquecer. Ele disse que no louvor e adoração com danças, Deus não vê dança, vê corações, semelhantemente no louvor e adoração com música Deus não ouve música, ouve corações. Nossos corações devem então estar limpos e adornados para que o nosso louvor e adoração cheguem ao coração de Deus.

7- Estar em sintonia com o dirigente de Louvor com música
Para que haja ordem no culto, o dirigente de louvor com danças, deve estar em sintonia com o dirigente de louvor com música. Deve estar atento para direções como: Vamos nos curvar diante de Deus, Vamos aplaudir ao Senhor, Vamos nos aquietar... É muito estranho quando o dirigente de louvor dá uma direção, toda a congregação o segue menos a equipe de dança. Isto pode chegar a acontecer por falta de atenção ou mesmo orientação. Do mesmo modo acontece o oposto, o dirigente da dança pode ter uma direção de Deus e o dirigente da música deve ter sensibilidade para o seguir. Uma pessoa madura espiritualmente sabe estar em adoração e ao mesmo tempo estar ciente de tudo o que está acontecendo ao seu redor. O dirigente da dança e o dirigente da música devem andar em sintonia, para que a congregação tenha segurança de que todos estão caminhando para um mesmo objetivo em unidade de coração.
Todas estas orientações sobre as qualidades do dirigente de louvor e adoração com danças poderão ser uma benção, se seguidas com alegria, humildade e com a consciência de que o Espírito Santo deve ter total liberdade para ministrar como lhe apraz no meio da congregação. Lembrando, porém, que a liberdade no Espírito é condicionada à uma vida de santidade e submissão, a exemplo de Jesus. Que Deus te abençoe!

A Arte de Coreografar


A coreografia é uma arte, e há por aí muita gente apaixonada por esta arte, quem sabe não estejam esperando por algo que os possa atrair no seio dos cristãos? Podemos ganhar as pessoas dando-lhes a oportunidade de fazer aquilo que gostam, mas para Deus, que dá dons á cada um de nós!
Se a pessoa tem dons e talentos, eles devem em primeiro lugar atrair as pessoas para Deus; nosso talento deve reflectir a glória de Deus através de nossa experiência artística, santa e separada para Ele.O coreógrafo deve ser capaz de contaminar o que assiste, se com alegria, se com quebrantamento, com unção, etc, contaminar e atrair as pessoas para Deus.Cada mover de mãos, pés, e corpo deve ser como uma onda atraindo o povo ao trono de Deus.
  • CONCEITO SOBRE COREOGRAFIA

DEFINIÇÃO (gospel)
É um conjunto de gestos corporais que visam expressar o sentido da música (e não só), de forma que mesmo sem cantar ou falar, as pessoas consigam compreender o que se está exprimindo.
Obs.: O uso da Mímica
OBJETIVOS
Dinamizar a músicaAumentar a expressão musicalComplementar a músicaMotivação pessoalLouvor e AdoraçãoGanhar pessoas ligadas a esta área e não só
JÚBILO E CELEBRAÇÃO
Júbilo: Alegria excessiva, contentamento expansivo. Alegria expressa com sorrisos, gritos e gestos.
Celebração: Cantar acompanhado de mais variadas formas de expressão, batendo palmas, gesticulando, pulando e dançando.
Obs.: O povo de Deus no Antigo Testamento dançava em suas festas com atitude pura diante do Senhor.
REGRAS BÁSICAS
Decência (tanto no vestuário como na própria dança, na expressão, etc.)Coordenação (de passos, gestos, expressão, etc.)Indumentária adequada ao estilo e ritmo da músicaEspontaneidade e criatividadeConcentraçãoAutenticidadeExpressão corporal e facialSensibilidade corporal e facial
"Decência"
É importante que haja decência na coreografia, tanto no vestir como na própria arte. Existem estilos que definitivamente não devem ser apresentados na igreja e em nenhum outro lugar se se tratar de cristãos, por serem formas de provocação carnal, e de proveniência maligna, ou ainda inspiração demoníaca.A decência é importante pelo facto de que o corpo do respectivo coreógrafo é templo do Espírito Santo, outro motivo é a própria natureza de alguns gestos que levam o coreógrafo a deitar-se no chão, ajoelhar, levantar pés e mãos, saltar e outros formas de expressão corporal que devem ser prevenidas com um traje decente.
"Coordenação"
A coordenação de gestos, passos, expressão é uma das mais importantes advertências para coreografia com excepção de coreografias livres em que cada coreógrafo do grupo se dedica a fazer o que lhe apraz dentro dos limites de estilo determinado.Basta um único componente gesticular diferente, dar passos diferentes, expressar diferente para tirar a coordenação e sincronia da coreografia. Há o caso particular de coreografias em que cada membro tem sua parte específica, fazendo deste jeito diferente dos demais; é importante não confundir.
"Espontaneidade e criatividade"
Espontaneidade e criatividade: A coreografia não se resume simplesmente naquilo que se aprende, o coreógrafo deve ser criativo e espontâneo, deve ser capaz de em qualquer coisa que ouvir, e der para coreografar, assim o fazer. Precisa deixar o seu corpo ser levado pela força da expressão e pelo prazer da alma.
"Concentração"
A concentração é outro factor de extrema importância, não obstante eu deixar-me levar pela música, preciso de muita concentração. Dance com a alma e com a consciência.
"Autenticidade"
O coreógrafo deve ser autêntico. Significa que deve haver realidade e verdade naquilo que faz, ainda que o esquema não seja de sua autoria, precisa demonstrar autenticidade.
"Expressão corporal e facial"
A expressão corporal e facial é o que faz a coreografia. O coreógrafo deve ser capaz de impressionar aquele que vê, fazer chorar, rir, trazer emoção ao local, consoante ao estilo de música e tipo de coreografia. Cada palavra possui a sua expressão característica, tanto facial como corporal, deve haver estilo se necessário, agressividade (no bom sentido) se necessário, suavidade se necessário, chorar se necessário, rir se necessário, desfalecer se necessário, etc, etc.
"Sensibilidade"
Sensibilidade é o que não pode faltar numa coreografia. O coreógrafo deve ser sensível á música, ás palavras, aos próprios movimentos do corpo.
DANCE COM INTENSIDADE!!!!

video

Levando a Palavra



Levando a palvra atraves da Dança!

A dança tem crescido nas igrejas, em forma de coreografia, movimentos idênticos, em apresentações teatrais onde se valoriza a mensagem.

A dança na igreja é utilizada com propósitos, para louvar e engrandecer o nome de Jesus, é uma ferramenta estratégica para chamar a atenção das pessoas de forma a mostrar a verdade de Deus de maneira diferente daquilo que estão acostumadas, pode ser utilizada em um teatro, ou no meio de uma pregação, mas na verdade a dança é acima de tudo adoração a Deus.
Na dança o adorador expressa o que está sentindo e fala através de um movimento ou expressão, assim como Miriã dançou expressando ações de graças, louvor e adoração. O que precisamos fazer é estar sob a direção do Pai, para que Ele nos use como instrumentos afinados.
Cremos que a dança desperta o coração dos adoradores e traz uma Unção Profética onde a abundância da alegria de Deus é ministrada sobre aqueles que se reúnem com o propósito de adorá-lo.
Nós do Ministério Vida Plena proclamamos a verdade através do nosso corpo como “instrumento vivo nas mãos do Senhor”!
Dançamos com o propósito único de adorar e pregar a Palavra.
Somos instrumentos de Deus para edificar a igreja e cooperar com o Reino. Temos nos consagrado e buscado intimidade com Deus, para que a nossa adoração seja uma pregação, temos tido encontros para estudos bíblicos. Deus tem usado nossas vidas na dança de tal forma que quando dançamos a unção é liberada e portas são abertas para bênçãos nos nossos cultos.

Nossa dança tem propósitos:
Nosso propósito é levar o povo de Deus a visão de que estamos livres e essa liberdade em Cristo nos leva a expressar a alegria em louvores e danças .Quando dançamos lutamos contra as trevas para liberar a atmosfera para que o culto flua bem. É uma guerra travada, mas temos visto o poder de Deus em nossas vidas como ministério.
A Dança com Propósito vem carregada de um peso de glória e unção profética, não é um simples dançar, é atrair a glória de Deus, que quando vem, vem com unção profética.
Andamos em unidade com o ministério de louvor, na verdade nosso trabalho é um conjunto, porque expressamos o que eles ministram e ministramos a mesma coisa com o nosso corpo, e o resultado dessa unidade é explosão de poder e alegria espirituais.
Sabemos que o inimigo tenta roubar tudo o que Deus criou, não foi diferente na dança, onde a sensualidade entrou e tantas coisas ruins. Cremos que assim como existe um som de música no céu no qual temos buscado trazer para a terra, há também um mover tremendo de dança (movimentos e moveres contínuos) no céu, por isso temos nos esforçado para trazer com sensibilidade aquilo que Deus quer restaurar nesse tempo na dança e com a dança.

Técnica x Unção


Técnica e unção.

A técnica e a unção se juntam para formar um ministério de dança sério e abençoado, especificamente para adorar a Deus, e não para enfeitar os nossos cultos.

Muitas pessoas acham que não é preciso estudar para dançar na presença de Deus, se enganam pois a bíblia diz que devemos dar o melhor para Deus,quer dançar estude, quer cantar estude, quer tocar estude, nunca se contente em dar o que você tem para Deus e sim o seu melhor, tenha técnica na arte ,e o Espiríto Santo te usará em sua sabedoria, TÉCNICA E UNÇÃO ANDAM JUNTOS.
Assim ,como o ministério de louvor ministra a palavra profética sobre o povo, através de letras e sons, o ministério de dança usa de gestos, para profetizar e ministrar louvor e adoração a DEUS.Através dos gestos, ministramos cura, libertação, adoração, clamor, arrependimento, quebrantamento e guerra, pois somos adoradores que guerreiam e guerreiros que adoram a DEUS.

Cada movimento que é feito pelos ministros da dança tem um signgificado importante, tudo tem uma base, a dança não é uma maneira de animar as reuniões, ela tem a mesma importância que o louvor ou a palavra, a dança nos cultos tem o objetivo totalmente específico.

Os ministros de dança tem que andar com suas vidas em constante consagração, pois deles vão emanar movimentos que abençoarão e impactarão todo povo, se não for dessa forma de nada é válido dançar por dançar nos cultos, algo tem que acontecer vidas precisam ser tocadas, dançar dançamos no mundo, adorar adoramos somente a DEUS, ele é único digno de louvor. (João 4.24)
Deus é Espírito, e o que importa é que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.Deus tem operado maravilhas através dos ministérios de dança nas igrejas espalhadas neste mundo a fora,pessoas estão sendo impactadas pela dança ,quando elas enchergam que dentro das igrejas existe uma dança diferênciada, que não explora a sensualidade e nem a moral, como se vê nos ultímos dias, através dos ministérios de dança as pessoas enchergam alegria,unção e poder mesmo as vezes não entendendo o que elas sentem na alma ao serem tocadas pela dança,as pessoas passam a desejar aquilo que sentem, e querem mais e mais.
È onde devemos nos aprimorar em especialidade de danças, seja no balatt ,jazz,contemporâneo não importa qual seja a técnica mas é preciso ter ,se não nunca sairemos da mesmisse e nossos ministérios nunca cresceram será sempre a mesma coisa estacionada e isso não pode acontecer, porque existem almas que precisam ser tocadas e transformadas através da dança se entregando a DEUS.
Infelizmente ainda existem igrejas e até pastores que não consideram a dança um ministério sério e profético devido as pessoas não se especializarem e fazerem a mesma dança os mesmos gestos a todos louvores em todas as ministrações e nada acontecer ,isso é culpa de alguns líderes que não entenderam que é um ministério de dança por comodismo de sempre copiar de outros, e até mesmo os próprios ministros de dança que ainda não entenderão a vontade de DEUS em suas vidas, que confundem talento com chamado de DEUS,o próposito de tudo é estar fazendo a vontade de DEUS,por isso dar o melhor para ele é tudo que devemos fazer ,o melhor para DEUS , fazendo o melhor para DEUS todos verão as maravilhas que DEUS opera através da dança,cura,libertação,arrependimento,quebrantamento,deixe DEUS usar vidas para ganhar vidas ,ore por um ministério de dança em sua igreja, se tiver ore para que seja um ministério abençoado e ungido por DEUS.

Liderança


Sem a obediiência, não existe disciplina, respeito, sem ela o grupo não funciona, pois o líder é a cima dos liderados.
Com muito cuidado, calma e cautela os liderados tem que entender essa situação dentro do ministério, para que o grupo esteja sempre em harmonia e comunhão.
Os liderados devem sempre obedecer os lideres, sempre!!!!
Caso venha ter uma situação de desacordo, desentendimento ,rivalidade, estrelismo, desrespeito, falta de união, o líder deverá chamar a atenção do liderado,em particular e saber quais motivos que levam a ter esse tipo de comportamento, de forma particular não esqueça.Um lider ja mais deve causar entrigas ou induzir a elas seja qual for , a situação , o líder deve sempre amenizar a situação e resolvela da melhor forma , sempre dentro do contesto bíblico.
A oração antes e no final de cada encontro e extremamente importante, onde o grupo pede sabedoria, unção, comunhão, talentos e agradecimentos ao soberano Deus.
O líder de um ministério deve sempre ter uma postura de autoridade, mas com muita sabedoria e de maneira sútil e amigavel!

DANÇAR É...


Dançar ...
Dançar é escrever com o corpo, no espaço estendido á frente alongar-se , encolher se rodopiar, inclinar se.
Depois de centenas de ensaios...
Dançar é tocar música com gestos com os pés, absolutamente sem vóz, na arrasadora maioria des vezes, o rosto parece cheio de luz, e nem revela os sofirmentos
nem os cansaços ...
que magnifica mensagem vemos nas sapatilhas esfarapadas e rasgadas, que foram um dia de cetim e de superficie lisa a brilhante e de várias cores...
Quantos ja dançaram com os pés sangrando,quantos ja dançaram até descalços, joelhos inchados pés doloridos e contundios.
Dançar é o fluir que vem da alma, esta no sangue , esta na pele de quem dança, vem de dentro pra fora nasci no coração se cria na mente e cresce pelo corpo e com o corpo.
Dançar é meditar , dançar é se alegrar é se entregar a uma arte inexplicavel , que só sente quem dança, dançar não tem barreiras e nem limite, a dança começa pelos pés e vai até o infinito da alma, dançando bailando chão a fora, não importa a modalidade o que importa é dançar;;;
Sem repetiçoes , sem imitações, somente criações e
variações.
O coração é o autor o corpo o executor...E Deus o criador!!!

Jesuscidência


JESUSCIDÊNCIA

Há uma igreja nos EUA chamada "Almighty God Tabernacle" (Tabernáculo do Deus Todo-Poderoso).Num sábado à noite o pastor dessa igreja ficou trabalhando até mais tarde e decidiu telefonar para sua esposa, antes de voltar para casa.

A esposa não atendeu o telefone, apesar de tocar várias vezes. O pastor continuou a fazer mais algumas coisas e, mais tarde, tentou de novo e sua esposa atendeu de imediato. Ele perguntou por que ela não havia atendido antes e ela disse que o telefone sequer havia tocado.

Na segunda-feira seguinte, o pastor recebeu um telefonema. Era de um homem e ele queria saber por quê haviam ligado para sua casa no sábado à noite.

O pastor, então, entendeu que havia cometido um engano e pediu desculpas ao homem por perturbá-lo, explicando que havia tentado falar com sua esposa.

O homem disse-lhe:-

Tudo bem, não precisa se desculpar, pois, não liguei para reclamar. Liguei para agradecer. Eu estava planejando me suicidar naquele momento. Antes, porém, eu orei dizendo: "Deus, se tu existes e estás me ouvindo e não queres que eu faça isso, dá-me um sinal, agora".

Naquele momento, o telefone começou a tocar. Eu olhei para o identificador de chamadas e lá estava escrito: "Almyghty God" (Deus Todo-Poderoso).O pastor ficou maravilhado com a coincidência e perguntou:-


E por que você não atendeu, meu amigo?


Ele respondeu:-

Eu fiquei com medo.

Perseverança


Sabe em uma dessas tardes estava assistindo o dvd da xuxa com minha filha, e logo me veio uma dúvida; Em que ou onde esse artistas do mundo acham tanta inspiração?
Derrepente ouvindo a música "Tô de Bem com a Vida"(xuxa) Pensei será que quando ela compôs essa musica ela tava inspirada em...
Apocalipse 2:3 que diz assim: E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste.

Preste atenção na letra da música:

Pra estar bem da cuca, tem que ir à luta
Botar pra quebrar, não deixar parar
Se ficar de bode, você se explode
Se ficar à toa, a vida voa
Se faz corpo mole, alguém te engole
Ficar de preguiça, a vida toda enguiça.

Então o que você acha? Será que essa inspiração veio de Deus?
Com certaza eu não sei nem você,mais nós temos a certeza de que se nós quizermos e prestarmos bem atenção, Deus nos dará tudo o que prescisamos toda inspiração,ânimo e esperança!!!
Beijos até logo!!

Nossos Videos

videoO segredo do Senhor são para aqueles que o temem;e ele lhes mostrará a sua aliança!!!
video

Dicas & Curiosidades







Por que não Cantar quando se está dançando?
Muitas vezes vemos que integrantes de ministerios de dança, durante suas ministrações ficam cantando a musica, isso de certa forma é errado. Por que a dança é um tipo de expressão, ou seja voce esta expressando aquela musica com o seu corpo, ou seja nao ha necessidade de cantar, o rosto deve ser usado para expressões facias, tipo de a canção falar de dor ou aflição, vc faz uma expressão de dor ou aflição, se a musica é de jubilo vc faz uma expressão de alegria.Cantar durante a ministração também pode ser sinal de nervosismo, com medo de errar, para mudar isso cante canção apenas o pensamento, outra coisa tente não deixar espaços vazios na coregrafia, por exemplo ficar parada durante certa parte da musica, isso as vezes gera impaciencia e nervosismo, e a pessoa acaba cantando, cada parte da musica é importante que tenha passos, afinal vc esta expressando a canção atraves do corpo, se vc costuma cantar durante as ministrações, va treinando ate deixar, pois o seu corpo e sua expressão éque tem que falar durante uma ministração

Dia Internaciona da Dança


O dia 29 de abril, é comemorado o Dia Internacional da Dança.
Essa data foi escolhida para homenagear o precursor e criador do Ballet Moderno Jean Georges (1727-1810), nascido nesse dia.
O Comitê Internacional da Dança da UNESCO introduziu em 1982 essa data comemorativa.
Seu objetivo é de despertar a atenção do público para a importância da dança na nossa vida e incentivar governos a fornecerem um próprio espaço para a prática da dança em todo o sistema de educação, desde da escola de educação infantil até o ensino superior.
Divulguem essa data. Conte para seus amigos. E juntos vamos levar nossa arte ao alcance de todos!

Dicas para Bailarinas


Dicas para Bailarinas – Dicas para o Novo Ano para as Bailarinas - FELIZ 2010!
janeiro 6th, 201


Programando 2010 para ser um ano de muitas conquistas. Definir metas para o Ano Novo!
Muitas pessoas estabelecem metas a trabalhar para o próximo ano. Se você é um bailarino, talvez você possa pensar de algumas maneiras de melhorar a sua dança. Aqui está uma lista de resoluções de ano novo para os bailarinos … anote alguns e comece a dançar. Boa sorte!
Melhorar sua flexibilidadeQuando a bailarina não é uma flexível. O que fazer? Todos os estilos de dança exigem excelente flexibilidade para executar os passos e saltos corretamente. Para a sua flexibilidade poder melhorar , tornar um hábito se esticar as noites antes de dormir e de manhã antes do almoço e depois do café da manhã. Você ficará espantado com a rapidez com que você se tornará mais ágil. E você vai amar o progresso que terá na dança.
Fortalecer o corpoBailarinos precisam ser fortes. Força permite um bailarino de se mover rapidamente e protege contra ferimentos. Tente adicionar um pouco de força de construção de exercícios à sua rotina diária. Incorporar uma variedade de exercícios para fortalecer o corpo inteiro, como flexões de braços e peito, e musculação para fortalecer as outras partes do corpo, vai ajudar muito nas suas aulas e apresentações.
Tente um novo estiloTodos os bailarinos podem se beneficiar de experimentar um novo estilo de dança. Tentando um tipo diferente de dança não só desafia o corpo, mas também a mente. Tente um sapateado ou uma aula de musical, a dança de salão também é bem interessante se quiser relaxar e se divertir. Você pode até descobrir um talento escondido!Desafie o seu ano de 2010!
Não tenha medo de dar a si mesmo um desafio neste ano. Talvez você nunca teve a confiança para participar de um concurso de dança ou executar uma coreografia solo. Talvez você gostaria de tentar uma pirueta tripla em vez de optar por uma dupla. Você nunca sabe o que tudo que você pode conseguir se você não tentar. Faça uma lista de 12 desafios para o ano de 2010 e adicione um para cada mês do calendário. Boa Sorte!!!

A Saúde do Bailarino











A Saúde do Bailarino - As lesões nos pés e seus tratamentos
Entorse de tornozelo: Muitos bailarinos sofrem entorse de tornozelo durante sua carreira. Isso acontece quando o tecido mole é ferido pela força. Muitas vezes isso acontece quando um bailarino cai de mal jeito depois de um salto. Uma vez que ocorre uma entorse de tornozelo, o bailarino não tem escolha a não ser repouso, gelo e elevar a área. Eles terão que se afastar da dança para que possa se curar corretamente!
Fratura: Uma aterrissagem ruim pode causar uma fratura por estresse no osso metatarso causando inchaço e dor. Este tipo de lesão ocorre quando uma aterragem mal feita, e cai de mal jeito com os pés. Este tipo de fratura irá causar dor ao caminhar e precisa de descanso imediato, gelo e elevação. Qualquer exercício irá agravar a lesão. Fique fora da dança até curar!
Sesamoiditis: Esta lesão é uma dor atrás do dedão do pé. Ossos sesamóides são únicos e que não estão ligados a outros ossos, eles são ossos do pé “flutuantes”. Sesamoiditis é quando o tendão funcionando direito por meio desses ossos do pé fica inflamado. Esta condição pode progredir gradualmente e vai afetar o dedão do pé. Isso requer uma pausa até que a dor ir embora. Trabalhar com este tipo de dor só irá causar um problema permanente que pode causar a remoção dos ossos sesamóides!
Joanete: Se o dedão do pé começou a empurrar para dentro e se torna doloroso, em seguida, um joanete pode estar se formando. A joanete pode ser muito dolorida e pode exigir de uma bailarina uma longa pausa na dança. A cirurgia pode ser necessária para os casos graves e pode acabar com uma carreira completamente se não tomar cuidado de início.
Fasciíte Plantar: Esta é uma condição comum entre atletas e bailarinos. Um bailarino que sente dor ao andar descalço, pode ter desenvolvido essa lesão. É basicamente um ferimento do uso excessivo da sola do pé. Certifique-se de apenas dançar no chão apropriado e não praticar em superfícies duras. Se a sola do seu pé é fica muito dolorosa após as aulas, não se esqueça de consultar um médico.
Tendinite de Aquiles: Esse tipo de ferimento é um dos mais comuns entre os bailarinos. Se o calcanhar e panturrilha se ferir depois de saltar e a dor não cessa, em seguida, um bailarino pode ter desenvolvido tendinite em seu tendão de Aquiles. Este é o tendão principal que liga o calcanhar até o meio da panturrilha. Quando este tendão é sobrecarregado mais e mais ele pode se tornar inflamado indefinidamente. Este tendão precisa ser muito bem cuidado, mantê-lo aquecido, alongado e dar-lhe descanso apropriado. Quanto mais cedo este prejuízo é notado, o mais rápido você vai se curar. Não ignore a dor de Aquiles!




- As lesões no joelho e seus tratamentos»

Dor anterior no joelho: Se uma bailarina sente dor na parte da frente do joelho ou ouve um estalo no joelho pode ser este tipo de lesão. Stress excessivo causado por aumento da atividade de jovens bailarinos, e podem machucar a patela. Isto pode ter acontecido durante os surtos de crescimento, onde o osso está crescendo mais rápido do que o músculo e pode estar causando dor. Gelo e repouso são os remédios, não se esqueça de ficar de repouso até ficar boa! Além disso, não se esqueça de aquecer antes de dançar e usar sapatos confortáveis fora da dança. Tenha certeza de não executar qualquer dança em áreas de superfície dura também.
Hiper-extensão: Aqueles com hiper-articulações do joelho estendido podem, nessa área causar traumatismo ao conjunto. Esta tensão pode causar dor na patela. No caso mais grave, hiper-extensão de lesões pode levar a uma fratura por estresse. Para aqueles bailarinos com hiper-extensão do joelho, não se esqueça de não forçar muito ao esticar os joelhos e fazer corretamente os exercícios de plié. Um desequilíbrio do músculo pode ocorrer nos exercícios de força e pode ser necessário manter as pernas em boa forma. Eles dizem que bailarinos com este tipo de perna devem trabalhar a primeira posição com os calcanhares juntos para que eles possam aprender a puxar para cima e para fora da perna, em vez de deixar as pernas em “xis”. A perna não vai se sentir perfeitamente reta, mas possivelmente irá salvar uma lesão futura.
Menisco ou ligamento colateral medial: Se há dor no joelho, e depois uma sensação de que “trava”, em seguida, o bailarino pode ter um menisco na cartilagem. Esta é a área que protege a parte superior e os ossos da perna um do outro. Em alguns casos requer cirurgia, enquanto outros exigem apenas gelo, descanso e medicamentos. Se houver o estiramento do ligamento, que pode acontecer durante uma aterrissagem ruim causando uma dor na parte interna do joelho, a cirurgia é necessária e é dolorosa dependendo do grau da lesão. Caso contrário, a fisioterapia pode ser necessária e muito repouso também.
Luxação Patela / Mau Alinhamento / Tendinite: A patela pode se deslocar ou ferir por excesso de uso. Às vezes, quando a patela sai do lugar um médico é necessário para colocá-la de volta e pode ser muito doloroso. Às vezes a cirurgia é necessária. E é disso que se desenvolve uma tendinite no joelho. Se isso acontecer, os tecidos moles se tornam inflamados e uma medicação anti-inflamatória será necessária. Descanso e gelo também vão ajudar.Dor anterior no joelho: Se uma bailarina sente dor na parte da frente do joelho ou ouve um estalo no joelho pode ser este tipo de lesão. Stress excessivo causado por aumento da atividade de jovens bailarinos, e podem machucar a patela. Isto pode ter acontecido durante os surtos de crescimento, onde o osso está crescendo mais rápido do que o músculo e pode estar causando dor. Gelo e repouso são os remédios, não se esqueça de ficar de repouso até ficar boa! Além disso, não se esqueça de aquecer antes de dançar e usar sapatos confortáveis fora da dança. Tenha certeza de não executar qualquer dança em áreas de superfície dura também.
Hiper-extensão: Aqueles com hiper-articulações do joelho estendido podem, nessa área causar traumatismo ao conjunto. Esta tensão pode causar dor na patela. No caso mais grave, hiper-extensão de lesões pode levar a uma fratura por estresse. Para aqueles bailarinos com hiper-extensão do joelho, não se esqueça de não forçar muito ao esticar os joelhos e fazer corretamente os exercícios de plié. Um desequilíbrio do músculo pode ocorrer nos exercícios de força e pode ser necessário manter as pernas em boa forma. Eles dizem que bailarinos com este tipo de perna devem trabalhar a primeira posição com os calcanhares juntos para que eles possam aprender a puxar para cima e para fora da perna, em vez de deixar as pernas em “xis”. A perna não vai se sentir perfeitamente reta, mas possivelmente irá salvar uma lesão futura.
Menisco ou ligamento colateral medial: Se há dor no joelho, e depois uma sensação de que “trava”, em seguida, o bailarino pode ter um menisco na cartilagem. Esta é a área que protege a parte superior e os ossos da perna um do outro. Em alguns casos requer cirurgia, enquanto outros exigem apenas gelo, descanso e medicamentos. Se houver o estiramento do ligamento, que pode acontecer durante uma aterrissagem ruim causando uma dor na parte interna do joelho, a cirurgia é necessária e é dolorosa dependendo do grau da lesão. Caso contrário, a fisioterapia pode ser necessária e muito repouso também.
Luxação Patela / Mau Alinhamento / Tendinite: A patela pode se deslocar ou ferir por excesso de uso. Às vezes, quando a patela sai do lugar um médico é necessário para colocá-la de volta e pode ser muito doloroso. Às vezes a cirurgia é necessária. E é disso que se desenvolve uma tendinite no joelho. Se isso acontecer, os tecidos moles se tornam inflamados e uma medicação anti-inflamatória será necessária. Descanso e gelo também vão ajudar.Dor anterior no joelho: Se uma bailarina sente dor na parte da frente do joelho ou ouve um estalo no joelho pode ser este tipo de lesão. Stress excessivo causado por aumento da atividade de jovens bailarinos, e podem machucar a patela. Isto pode ter acontecido durante os surtos de crescimento, onde o osso está crescendo mais rápido do que o músculo e pode estar causando dor. Gelo e repouso são os remédios, não se esqueça de ficar de repouso até ficar boa! Além disso, não se esqueça de aquecer antes de dançar e usar sapatos confortáveis fora da dança. Tenha certeza de não executar qualquer dança em áreas de superfície dura também.
Hiper-extensão: Aqueles com hiper-articulações do joelho estendido podem, nessa área causar traumatismo ao conjunto. Esta tensão pode causar dor na patela. No caso mais grave, hiper-extensão de lesões pode levar a uma fratura por estresse. Para aqueles bailarinos com hiper-extensão do joelho, não se esqueça de não forçar muito ao esticar os joelhos e fazer corretamente os exercícios de plié. Um desequilíbrio do músculo pode ocorrer nos exercícios de força e pode ser necessário manter as pernas em boa forma. Eles dizem que bailarinos com este tipo de perna devem trabalhar a primeira posição com os calcanhares juntos para que eles possam aprender a puxar para cima e para fora da perna, em vez de deixar as pernas em “xis”. A perna não vai se sentir perfeitamente reta, mas possivelmente irá salvar uma lesão futura.
Menisco ou ligamento colateral medial: Se há dor no joelho, e depois uma sensação de que “trava”, em seguida, o bailarino pode ter um menisco na cartilagem. Esta é a área que protege a parte superior e os ossos da perna um do outro. Em alguns casos requer cirurgia, enquanto outros exigem apenas gelo, descanso e medicamentos. Se houver o estiramento do ligamento, que pode acontecer durante uma aterrissagem ruim causando uma dor na parte interna do joelho, a cirurgia é necessária e é dolorosa dependendo do grau da lesão. Caso contrário, a fisioterapia pode ser necessária e muito repouso também.
Luxação Patela / Mau Alinhamento / Tendinite: A patela pode se deslocar ou ferir por excesso de uso. Às vezes, quando a patela sai do lugar um médico é necessário para colocá-la de volta e pode ser muito doloroso. Às vezes a cirurgia é necessária. E é disso que se desenvolve uma tendinite no joelho. Se isso acontecer, os tecidos moles se tornam inflamados e uma medicação anti-inflamatória será necessária. Descanso e gelo também vão ajudar.

As lesões nos ombros e braços e seus tratamentos

Ombros e Braços
Acromioclavicular Entorse: É o ligamento acromioclavicular onde a omoplata e o osso da clavícula se encontram. Esses ligamentos podem ficar feridos por uma queda ou uma batida direta. Se o ligamento é rasgado completamente um choque doloroso vai surgir no ombro. Se isso acontecer, o gelo e repouso serão prescritos e uma tala pode ser dada com instruções para interromper o movimento por até 8 semanas. A fisioterapia pode ser necessária após curar os ligamentos. Não trabalhe com a dor! Pare de dançar e deixe cicatrizar.
Síndrome do Túnel Carpal: Carpelo túnel é um ferimento do uso excessivo na área do pulso o que poderia acontecer com atividades repetitivas. Se isso acontecer não se esqueça de ter atenção especial todos os dias com as atividades dentro e fora da sala de aula. Telefones celulares, mensagens de texto e digitar no computador todos poderiam ser culpados. O repouso vai ajudar e antes de inflamar é melhor procurar um médico.
Epicondilite lateral ou medial: Epicondilite lateral é outro nome para “cotovelo de tenista”, que significa a inflamação na articulação do cotovelo no interior. Epicondilite Medial significa tanto o exterior e o interior do cotovelo estão inflamados. Bailarinos que têm dores de cotovelo, pode ter uma destas duas lesões. Qualquer bailarina que tem este tipo de lesão deve verificar a sua técnica enquanto executa os movimentos para saber como está ocorrendo essa lesão. Deixe melhorar para voltar a dançar!
Destender os tendões ou músculos: Quando os músculos ou tendões que unem ao osso do braço são destendidos, a bailarina vai ter por um tempo dificuldade de levantar o braço. Uma queda de mau jeito poderia causar este tipo de lesão. Como em todas as feridas de tecidos moles, gelo e repouso será exigido juntamente com um possível raio-x ou ressonância magnética. Se for muito grave, a cirurgia pode ser necessária e a fisioterapia será diagnosticada. Se a cirurgia for necessária vai demorar de dois a três meses para a recuperação total.
Luxação no ombro ou pulso: Quando o ombro ou punho é deslocado a bailarina fica com as articulações soltas. Não force os braços em posições estranhas com força! Uma vez que uma articulação é deslocada pode tornar-se fraco e propenso a luxações futuras e espasmos musculares que são bastante dolorosas. Um ombro deslocado ou o pulso pode ser colocado de volta no lugar pelo médico. Se isso acontecer deve colocar imediatamente gelo na área. Tente não mover essa área por alguns dias para que ela possa curar e não repetir a ação que causou isso! Isso pode acontecer com bailarinos que fazer “pegadas” e pas de deux. Os músculos devem ser reforçados com a fisioterapia!
Síndrome do Desfiladeiro Torácico: Se o braço e/ou a mão começa a ficar fraca ou o fornecimento de sangue parece diminuir causando um frio ou dormência, então este pode ser a síndrome do desfiladeiro torácico. Esta área é onde as veias e artérias a partir da cabeça passam pelo braço e pode ser comprimido causando problemas graves. A má postura pode causar movimentos incorretos e repetitivos, dando a sensação que o bailarino dança como um saco de areia pesado. Um bailarino que tem esse tipo de lesão pode perceber a dor avança e terá que tomar medidas para corrigi-lo, como a melhoria da postura, aliviando o peso e a correção técnica. Certifique-se se a parte superior do corpo está sempre bem esticada e com posturas corretas
.

Dicas de Cabelos

Dicas de Ballet: Cabelo
Prender bem o cabelo para ter um bom desenvolvimento durantes as aulas e ensaios é essencial.
A preocupação da bailarina durante a execução dos exercícios deve estar no seu corpo e não em arrumar o cabelo ou tirar a franja do rosto.
Para isso você pode usar grampos, gel, faixa de cabelo e uma redinha para prender o coque.
Como você fazer um coque:
*Primeiro faça um rabo de cavalo bem preso. Na altura baixo, médio ou alto.
*Depois enrola o rabo de cavalo e prenda com os grampos, coloque a redinha e prenda a redinha com os grampos.
*Se você tiver franja, prenda com um tic tac ou uma faixa.
*Em cabelos repicados é bom colocar um pouquinho de gel!PARA UM COQUE PERFEITO:
1. Desembarasse todo o cabelo. 2. Espalhe gel nas mãos e passe pelo cabelo(o necessário para não soltar nenhum fio). 3. Penteie o cabelo com pente fino e, com uma liga faça um rabo de cavalo bem puxado a 4 dedos da nuca. 4. Depois de preso, faça uma trança folgada ou só torça a rabo, para então enrolar o coque. 5. Aos poucos vá enrolando e prendendo o coque com grampos até chegar à ponta (esconda a ponta por dentro com um grampo). Pronto! Seu coque está feito e... PERFEITO

Ilustrações

O VENENO DA LÍNGUA Conta -se que certa vez um mercador grego, rico, ofereceu um banquete com comidas especiais. Chamou seu escravo e ordenou-lhe que fosse ao mercado comprar a melhor iguaria. O escravo retornou com belo prato. O mercador removeu o pano e assustado disse: -Língua?!! Este é o prato mais delicioso ? O escravo, sem levantar a cabeça, respondeu: - A língua é o prato mais delicioso, sim senhor. É com a língua que pedimos água... ...dizemos “mamãe”, fazemos amigos, perdoamos. Com a língua reunimos pessoas, dizemos “meu Deus”, oramos, cantamos, dizemos “eu te amo”...O mercador, não muito convencido, quis testar a sabedoria de seu escravo, e o mandou de volta ao mercado, desta vez para trazer o pior alimento. O escravo voltou com um lindo prato, coberto por fino tecido. O mercador, ansioso, retirou o pano para conhecer o pior alimento. - Língua, outra vez?!!, disse, espantado. -Sim, língua, respondeu o escravo. É com a língua que condenamos, separamos, provocamos intrigas e ciúmes, blasfemamos. É com ela que expulsamos, isolamos, enganamos nosso irmão, xingamos pai e mãe... Não há nada pior que a língua; não há nada melhor que a língua. Depende do modo que a usamos.

Dicas de Dança

Dicas para melhorar sua postura durante aulas e apresentações!

Todo bailarino já ouviu que precisa melhorar as suas linhas, controlar as suas linhas, ou alongar suas linhas. Quais são as linhas, ou linhas do corpo, para bailarinos?

O Método Pilates para Bailarinos

Pilates é um sistema de baixo impacto, um exercício que trabalha para fortalecer e alongar os músculos sem adicionar volume ao corpo. Ela envolve uma série de movimentos, alguns realizados com a ajuda de equipamentos que melhoram o controle da resistência, fortalece os músculos abdominais internos e melhora a flexibilidade. Pilates trabalha com o ritmo da respiração, tornando-se a mente treinada e o corpo tonificado. Embora qualquer pessoa pode praticar Pilates para a melhoria da saúde global, os bailarinos têm experimentado os benefícios ao longo de décadas.

Fotos


Atualmente no Ministério







Victória,Lú & Chris










Pastora Maria Cavalcante & Chris ministra de dança!









!!